Que eu saiba, nunca nenhum político português — CDS/PP incluído — abordou este assunto: quanto custa um aborto grátis pago pelo Estado, ou seja, com o dinheiro dos contribuintes? Fiquei a saber de fonte fidedigna que 1 aborto grátis em um hospital público pode custar aos contribuintes entre 250 Euros e 450 Euros (no último caso, um aborto cirúrgico).
Nunca a classe política portuguesa abordou este assunto, e nem se sabe exactamente quanto é que o Estado português gasta anualmente em abortos. O assunto é um tabu político; mas calcula-se que o Estado português gaste anualmente cerca de 500 milhões de Euros [cerca de 600 milhões de US Dollars] em abortos grátis, ao mesmo tempo que retira prerrogativas aos pensionistas e reformados em igual montante.
Para o governo de Passos Coelho e de Paulo Portas, o aborto grátis é mais importante do que a saúde dos idosos. É assim que você, caro leitor, paga do seu bolso a irresponsabilidade das “cambalhotas” dos outros.